ONG suspende atividades. Internautas criticam polícia

Por O Dia

A ONG Rio de Paz, que mantém projetos sociais que fazem doação de alimentos, roupas, produtos de higiene e medicamentos, irá suspender todas as suas iniciativas no Jacarezinho enquanto o clima de tensão continuar na região. A informação foi passada por Antônio Carlos Costa, que preside a ONG, que também oferece cursos e oficinas de cidadania aos moradores. "Enquanto essa situação continuar, nós vamos manter os projetos sociais suspensos. Inclusive, parte da operação ocorreu na rua do nosso projeto", lamentou.

Nas redes sociais, moradores também lamentaram os confrontos e a insegurança na favela. "Evitem o Jacarezinho. Blindado passando por diversas vias", alertou um deles. "Algumas áreas ficaram sem luz", completou outro. "E o nosso domingo será assim, em casa, em pânico. Não temos culpa de nada", disse outro morador.

Sobre os vídeos com os relatos dos policiais militares que estavam na base da UPP, um internauta questionou: "Se eles não respeitam a própria polícia, vão respeitar morador que sai 4h para trabalhar e volta às 22h?".

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro