Estudantes da UFRJ criam robô subaquático

Integrantes do projeto Nautilus se preparam para disputar da competição RoboSub na Califórnia. Equipamento pode ser utilizado em diversas áreas, como naval, petróleo e gás

Por O Dia

Estudantes da UFRJ criam robô subaquático
Estudantes da UFRJ criam robô subaquático - Divulgação

Rio - Estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) se preparam para disputar a 21ª edição do RoboSub, em San Diego, na Califórnia, Estados Unidos. Por meio do projeto Nautilus, alunos de Engenharia criaram um veículo autônomo subaquático, equipamento que permite a expansão da captação de dados em águas profundas e ambientes inóspitos.

Segundo o projeto, o robô é programado para ser utilizado de forma autônoma, sem tomada elétrica, hidráulica e de controle. O equipamento pode ser utilizado em diversas áreas, como naval, petróleo e gás. Na biológica, o veículo pode recolher informações de concentrações de poluentes em baías, lagos e rios. Já na parte meteorológica, o dispositivo pode fazer o monitoramento de condições climáticas e oceânicas.

"Tal inovação reinventa o campo dos submersíveis, ao descartar a necessidade da ação humana ou embarcações de apoio em pesquisas e monitoramento submarinos. A elaboração desse equipamento coloca a equipe na vanguarda da tecnologia", explicou William Xavier, coordenador de gestão e marketing do grupo, lembrando que a equipe vai participar da competição nos Estados Unidos com poucos investidores e patrocinadores.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro