'Acabaram com a minha vida'

Por O Dia

Somente na noite de ontem, os pais de Maria Louise, de 8 meses, que morreu em consequência do atropelamento, conseguiram a liberação do corpo no Instituto Médico Legal (IML) para enterro. O sepultamenteo deve ser feito hoje.

Niedja da Silva Araújo, que mora na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, também foi atropelada e sofreu escoriações nas pernas e no ombro, e foi liberada ontem do Hospital Souza Aguiar.

Na porta do IML, ela falou com a imprensa sem sair do carro, devido às dores. "Eu quis tanto ela, eu lutei tanto para ter ela. Agora eu a perdi assim dessa forma", disse chorando. "A minha Maria, que eu amo tanto e que ele tirou de mim. Acabaram com a minha vida", lamentou, pedindo punição para o motorista do Hyundai.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, dos oito ainda internados, o caso mais grave é o do australiano Daniel Marcos Philips, 68 anos, que mora no Brasil há 20 anos, e está com traumatismo craniano. Philips está internado no Hospital Miguel Couto e respira com auxílio de aparelhos.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro