Bandidos recrutam especialistas para evitar erros

Por O Dia

Para o promotor Fabiano Oliveira, assim como traficantes contratam, a peso de ouro, químicos para o refino de cocaína, líderes dos assaltos a caixas eletrônicos passaram a recrutar mão de obra com experiência no manuseio de explosivos. O objetivo é evitar possíveis erros de cálculo nos ataques.

"Sem conhecimento do material que têm nas mãos, vira e mexe acabam errando no cálculo do uso de dinamite, frustrando as ações", comenta Fabiano.

Ele lembrou que recentemente bandidos invadiram o Estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis, no Sul Fluminense, mas "erraram a mão" na quantidade de explosivos, que foi insuficiente para arrombar os caixas eletrônicos. Já num hotel na mesma cidade, "exageraram na dose", e destruíram o saguão inteiro para violar apenas um equipamento.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro