Macacos vítimas da ignorância

Por O Dia

Dos 131 macacos encontrados mortos no estado, 69% (90) apresentaram sinais de espancamento ou envenenamento. Os dados são da Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) da Prefeitura do Rio, que vem recebendo animais de todo o estado. O balanço aponta que 32 dos 131 macacos mortos foram encontrados na capital.

Os macacos são aliados no combate à doença porque, quando um primata é achado morto por febre amarela, indica que naquele local há a presença do vírus. Portanto, além de crime, com pena de até 1 ano de prisão e multa, matar os macacos atrapalha o combate à doença.

Comentários

Últimas de Rio De Janeiro