Por lucas.cardoso
Publicado 01/02/2017 23:02 | Atualizado 01/02/2017 23:30

Rio - A seguradora Porto Seguro apresenta o serviço ‘Porto Seguro Carro Fácil’, um modelo de negócio ainda pouco explorado no Brasil, que funciona como uma espécie de carro por assinatura. O cliente paga uma mensalidade que o poupa da parte burocrática, da documentação ao seguro, e pode rodar com um veículo novo de acordo com a sua necessidade. Passado um projeto-piloto inicial, a empresa disponibiliza de forma oficial o serviço no estado de São Paulo e nas principais regiões do Rio.

O sistema de assinatura de veículos visa livrar os clientes de procedimentos burocráticos para posse do veículo: negociações na compra, desvalorização na venda, documentação, manutenção e gastos com seguro.

Porto Seguro aposta em mudança de comportamento do consumidor, que passa a priorizar o uso do veículo. Profissionais liberais e empreendedores são público-alvoReprodução Internet

Testado pelos corretores da própria empresa, que adquiriram o serviço ao longo do período experimental, o serviço de carro por assinatura teve boa aprovação. É o que diz o gerente do produto, Marcelo Rosal. “A aceitação do Porto Seguro Carro Fácil é positiva, principalmente para profissionais liberais e empreendedores que precisam do carro no dia a dia, nos trajetos pela cidade e municípios vizinhos. Outro fator apontado foi o empacotamento de todos os custos rateados nas mensalidades do contrato, pagas com cartão de crédito, o que gera maior controle de despesas”, diz.

A empresa também destaca o custo-benefício do serviço. “O Porto Seguro Carro Fácil foi desenvolvido para oferecer comodidade ao cliente, sem necessariamente onerá-lo com gastos acima do que um proprietário teria em média com aquisição e depreciação de um veículo”. Segundo o executivo, a aquisição de um carro deixou de ser um investimento. “Sobretudo, se calcularmos os juros de financiamento e a desvalorização. Estamos vivendo o começo de uma mudança de comportamento do ‘ter’ para o ‘usar’”, argumenta Rosal.

Você pode gostar