Mais Lidas

Até quem é autônomo pode fazer um financiamento

Gerente da Invicta Automóveis esclarece dúvidas com internautas sobre modalidade de compra de carro

Por leandro.eiro

Rio - Sabe quais documentos são necessários para abrir um financiamento? O autônomo, que não pode comprovar renda, pode fazer financiamento? Interessados em adquirir um automóvel por meio desta modalidade puderam esclarecer as suas dúvidas com Jorge Wanderson, gerente da Invicta Automóveis, em um live transmitido pelo Facebook do Jornal O DIA, na última sexta-feira. O vídeo teve 5,5 mil visualizações e 40 compartilhamentos.

Vídeo na página do Facebook do jornal com gerente da Invicta contou com 5%2C5 mil visualizaçõesArquivo Agência O Dia

Ele explicou aos internautas que a operação é bem mais fácil do que muita gente imagina. “Hoje em dia, financiar um automóvel é bem simples. A facilidade de abrir a modalidade e sair com o carro no mesmo dia é algo comum. A aprovação imediata da ficha, taxas, o resultado é todo na mesma hora”, esclarece. Um receio de muitos consumidores que compram carros usados é a questão da procedência. Wanderson também salienta a qualidade dos automóveis que são postos à venda. “Aqui na Invicta, os carros passam por inspeção técnica, que garantem a total revisão, antes de serem vendidos. Há garantia e nós ainda cuidamos do pós-venda. Tudo para a satisfação total do cliente”, diz.

Valor parcelado

O cliente precisa apresentar carteira de identidade, CPF e comprovante de residência para financiar um automóvel. Em geral, é necessário dar uma entrada. O restante do valor pago pelo veículo é financiado entre 12 e 60 meses. O gerente esclarece que clientes com restrição, dependendo do tamanho, podem ter seu crédito aprovado pela financiadora.

Para autônomos

O profissional autônomo, que deve ter alguma dificuldade de comprovar renda, também pode comprar pela modalidade. Isto porque, diz ele, a liberação da ficha é feita por meio de um sistema de ranking, que classifica o grau de compromisso do consumidor com suas despesas como uma espécie de ‘score’. “A base é feita pelo ‘score’. Se a pessoa paga suas contas em dia, tem bom relacionamento com o banco, ela terá maiores chances de ter seu pedido de financiamento validado”, explica.

Por fim, o financiamento permite transferência para uma outra pessoa durante a sua vigência, em caso de necessidade. “Através do CDC, o crédito direto ao consumidor, com o banco, é possível você passar o financiamento para terceiros, assim como fazer antecipação de parcelas e conseguir um desconto”, explica Wanderson. Dentro da modalidade de compra, na Invicta, ainda é possível adquirir automóveis com ‘troco na troca’ — quando o cliente precisa resgatar um valor em dinheiro na troca de um veículo — e ainda trocar de carro com o financiamento em andamento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia