Por douglas.nunes

A Polícia Federal (PF) cumpriu na manhã desta sexta-feira mandado de intimação prévia na sede da Petrobras, no Rio. O mandado foi expedido pela Justiça Federal do Estado do Paraná em investigação ligada à Operação Lava Jato,  que apura esquema de lavagem de dinheiro. O mandado exigia da Petrobras a apresentação de documentos referentes a "uma específica contratação", informou em nota a companhia.

PF cumpre nesta sexta-feira mandados de busca e apreensão na sede da Petrobras%2C no Rio de Janeiro. Fernando Souza / Agência O Dia

Segundo a estatal, um delegado e três agentes da PF foram recebidos pela presidente da estatal, Graça Foster, em uma sala de reunião. "Imediatamente, a presidente acionou a gerência jurídica da companhia para tomar todas as providências, com vistas ao cumprimento da Ordem Judicial", informou a Petrobras. De acordo com a PF, a presidência da companhia colaborou com os agentes federais, e apresentou os documentos para apreensão e que contribuirão para a continuidade das investigações.

A diligência na sede da empresa fez parte de uma série de ações que a PF desenvolveu nesta sexta-feira para cumprir 23 mandados no âmbito da Operação Lava Jato- dois de prisão temporária, seis de condução coercitiva e quinze de busca e apreensão - nas cidades de São Paulo, Campinas (SP), Rio, Macaé (RJ) e Niterói (RJ). 

Operação Lava-Jato

Deflagrada em 17 de março, a Operação Lava-Jato investigou esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisão envolvendo quatro doleiros de ampla atuação no país.  A PF estima a quadrilha movimentou mais de R$ 10 bilhões.


Você pode gostar