CPI da Petrobras convocará tesoureiro do PT e presidente do BNDES

Data para depoimentos de João Vaccari Neto e Luciano Coutinho ainda não está definida pela Câmara dos Deputados

Por O Dia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as denúncias de irregularidades na Petrobras na Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira a convocação do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Vaccari tornou-se réu na segunda-feira em uma ação penal relacionada à Operação Lava Jato e agora responde processo por corrupção e lavagem de dinheiro.

Segundo o Ministério Público Federal, o tesoureiro do PT teria recebido doações para o partido oriundas de um esquema de corrupção na Petrobras e teria conhecimento da origem ilícita do dinheiro.

Em nota na segunda-feira, o PT negou que Vaccari tenha participado de qualquer esquema de recebimento de propina ou de recursos de origem ilegal destinados ao partido.

Os deputados que compõem a CPI da Petrobras também aprovaram a convocação do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, que foi chamado para explicar investimentos feitos pelo banco na Sete Brasil.

Criada em 2011, a Sete Brasil foi contratada pela Petrobras para construir sondas de exploração que seriam usadas para extração de petróleo na camada pré-sal. A Sete Brasil declarou default e deixou de pagar um empréstimo de 250 milhões de dólares com o banco estrangeiro Standard Chartered Bank.

Ainda não há data para os depoimentos de Vaccari e Coutinho.

Últimas de _legado_Notícia