Hashtag antifeminismo fica em 1º lugar nos tópicos mais comentados do Twitter

Usando palavras de baixo calão, a tag tem o objetivo de provocar mulheres que lutam por igualdade

Por O Dia

Rio - Em uma época em que as mulheres lutam cada vez mais por igualdade, uma hashtag antifeminismo chegou ao primeiro lugar nos tópicos mais comentados do Twitter no Brasil, nesta quarta-feira.

Usando palavras de baixo calão, a hashtag foi criada com o objetivo de provocar mulheres que lutam para ter seus direitos reconhecidos. A tag de péssimo gosto começou a subir na rede social por volta das 8h e foi incentivada por internautas que afirmavam que queriam apenas "ver a treta".

Hashtag antifeminismo ficou em primeiro lugar nos tópicos mais comentados do TwitterReprodução

"Vamos subir #RolaNoRaboDasFeministas só pela treta. Não é a sério, é só para ver o mimimi", escreveu um dos incentivadores da brincadeira. Se é que esse tipo de atitude pode ser considerada uma brincadeira. 

É no mínimo ignorância chamar de "mimimi" o movimento de mulheres que, entre outras coisas, lutam para ter salários iguais e pelo direito de sair às ruas tranquilamente, sem medo de serem assediadas apenas porque "ousaram" usar saia no metrô ou no trem. 

Mas, infelizmente, o objetivo principal — colocar a hashtag nos trending topics — foi alcançado. Muitas pessoas se mostraram contra esse tipo de comportamento mas ao usar a tag para criticá-la, acabaram ajudando a difundir ainda mais o absurdo. 

Últimas de Brasil