Ministro da Integração Nacional pede licença do cargo para tratamento de doença

De acordo com jornal, Gilberto Occhi, 57 anos, foi diagnosticado com um câncer de próstata no estado inicial

Por O Dia

Brasília - Por problemas de saúde o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, de 57 anos, se afastou nesta terça-feira do cargo. Ainda hoje ele deve passar por uma cirurgia.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, no dia 18 de fevereiro em seu site, Occhi estaria com um câncer de próstata em estágio inicial e iria se licenciar para o tratamento.

Gilberto Occhi%2C 57 anos%2C foi diagnosticado com um câncer de próstata no estado inicial Reprodução / NBR

De acordo com despacho publicado no Diário Oficial da União na sexta-feira, o ministro deve ficar afastado até o dia 15 deste mês, podendo ser revogado. Neste período, fica no lugar de Occhi o secretário executivo do ministério, Carlos Antônio Vieira.

Funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal, Occhi está à frente da Integração Nacional desde o começo do segundo mandato da presidenta Dilma Rousseff, tendo anteriormente comandado o Ministério das Cidades. O ministro, que conta com o respeito da presidente Dilma Rousseff, não será substituido, segundo interlocutores do Planalto.

O Ministério da Integração Nacional foi procurado para comentar o afastamento do ministro por conta do suposto câncer de próstata. No entanto, até a publicação desta, não havia recebido o retorno da pasta. 

Últimas de Brasil