PF faz busca e apreensão na casa de um dos donos do sítio em Atibaia

Local é frequentado pelo ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. A propriedade está registrada em nome de Fernando Bittar e de Jonas Suassuna

Por O Dia

São Paulo - A Polícia Federal fez, na manhã desta sexta-feira, ações de busca e apreensão na casa de Fernando Bittar, no âmbito da Operação Aletheia, a 24ª etapa da Lava Jato. Bittar é um dos donos de um sítio em Atibaia, no interior paulista, frequentado pelo ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. A propriedade está registrada também em nome de Jonas Suassuna.

Presidente do PT convoca reunião de emergência

Imprensa internacional repercute operação da Lava Jato contra Lula 

Receita mobiliza mais de 40 auditores para fase que investiga Lula

Oposição avalia que 'governo acabou' e quer convocar Lula para depor na Câmara

Manifestantes pró e contra Lula brigam em frente a casa de ex-presidente

Sítio onde o ex-presidente Lula e sua família estiveram por diversas vezes no ano passadoGoogle Maps

Fernando Bittar e Jonas Suassuna são sócios de um dos filhos do ex-presidente Lula, Fábio Luis Lula da Silva, na empresa Gamecorp. O advogado de Bittar, Alberto Toron, chegou a comparecer à superintendência da PF em São Paulo, mas foi informado de que seu cliente estava em casa.

Ao deixar a PF, Toronto classificou as ações de condução coercitva no âmbito da Lava Jato de "gesto de truculência" e lembrou que esse tipo de medida só se justifica, caso o citado se negue a falar. Ele contou que Bittar tem depoimento agendado para próxima segunda-feira, no Ministério Público Federal do Paraná.

Últimas de Brasil