No Planalto, funcionários se mobilizam em busca de focos do Aedes aegypti

O objetivo é eliminar possíveis criadouros do mosquito, que transmite os vírus da dengue, da febre chikungunya e da zika

Por O Dia

Brasília - Cerca de 250 agentes de saúde e funcionários da limpeza participaram de vistoria, na manhã desta sexta-feira, no Palácio no Planalto, em busca de focos do mosquito Aedes aegypti. O governo federal faz nesta sexta-feira nova mobilização com servidores em prédios públicos federais e de empresas estatais em todo o país. O objetivo é eliminar possíveis criadouros do mosquito, que transmite os vírus da dengue, da febre chikungunya e da zika.

No Planalto, a secretária executiva da Casa Civil, Eva Chiavon, e o secretário executivo da Secretaria de Governo, Luiz Azevedo, coordenaram a ação ao lado dos funcionários. Eles vistoriaram o espelho d’água e a área interna dos jardins.

A ação de hoje pretende reforçar a mobilização dos servidores públicos federais, que começou no dia 29 de janeiro, segundo Eva. “A ideia é mobilizar o nosso exército humano para vencer a batalha contra o mosquito que transmite a zika. Hoje, estamos fazendo a ação prioritariamente em 220 municípios do país, com autoridades dando o exemplo para que a gente continue a batalha de eliminar qualquer foco do mosquito. A melhor forma é a prevenção”, disse Eva.

Segundo Luiz Azevedo, a vistoria no Planalto é feita toda sexta-feira. “Estamos fazendo um trabalho de fortalecer a vistoria que já é feita semanalmente. Hoje não encontramos foco, mas um depósito de água formado por causa da chuva que já foi tratado”.

Últimas de Brasil