Sobe para 20 número de pessoas mortas no temporal em São Paulo

Presidente Dilma sobrevoou cidades afetadas pelas chuvas

Por O Dia

São Paulo - Após sobrevoar na manhã de ontem os municípios de São Paulo atingidos pelo forte temporal de sexta-feira, a presidente Dilma reafirmou via Twitter a oferta de apoio do governo federal, independentemente do partido dos governantes locais. “Trabalhamos em parceria sem olhar diferenças partidárias. Devemos nos unir diante das necessidades da população", escreveu.

A presidente sobrevoou as cidades de Francisco Morato, Franco da Rocha, Mariporã e Caieiras, localizados na região da Serra da Cantareira, onde ocorreram desmoronamentos e alagamentos na zona metroplitana da capital paulista. “Infelizmente 20 pessoas morreram e ainda há 5 pessoas desaparecidas”, lamentou a presidente.

Presidente Dilma prometeu apoio aos desabrigados pela enchente Divulgação

Em Franco da Rocha, Dilma se reuniu com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Entre as medidas de apoio às famílias afetadas pelo temporal, Dilma citou a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e prometeu prioridade no programa habitacional do governo. “Residenciais do Minha Casa Minha Vida estão em construção na região. Priorizamos as famílias desabrigadas ou que moram em áreas de risco", completou Dilma.

PROTESTOS

A presidente fez um apelo pela paz nas manifestações populares contra seu governo previstas para hoje. “Faço um apelo pela paz, vivemos em um momento em que as pessoas têm o direito de ir às ruas e a violência não deve existir de nenhum lado”, afirmou. 

Últimas de Brasil