Imprensa internacional destaca grampo a Dilma e nomeação de Lula

Jornais do mundo todo relataram os protestos que ocorreram pelo Brasil a fora

Por O Dia

Rio - A imprensa internacional deu destaque para a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil em meio às investigações da Operação Lava Jato. Os portais ainda destacaram a divulgação da gravação de um telefonema entre o agora ministro e a presidente Dilma Rousseff.

O jornal londrino 'The Guardian' destacou o grampo do juiz Sérgio Moro ao telefone da presidenta Dilma Rousseff Reprodução

O site do jornal britânico "The Guardian" ressaltou a crise brasileira tanto política quanto econômica e os "protestos em massa" que ocorreram no país após a divulgação do grampo. A publicação ainda chamou a situação atual de "explosiva" e disse que o país vive "o pior escândalo de corrupção da história".

Já o "The New York Times" afirmou que, após Lula ser levado para prestar esclarecimentos sobre sua possível participação na Lava Jato, o ex-presidente usou uma "rota não usual para escapar". "À beira de sua prisão, ele se tornou ministro", comenta a publicação.

Jornal italiano 'Corriere della Sera' deu destaque ao 'caos' no BrasilReprodução

O italiano "Corriere della Sera" deu grande destaque ao caso e afirmou que o Brasil "está no caos". "Lula decidiu voltar ao governo como ministro de Dilma Rousseff, desafiando os juízes e os milhões de brasileiros que foram protestar contra ele no último domingo", destaca a publicação.

O site do jornal "La Nación", da Argentina, ressaltou que o Brasil "se quebrou" com a nomeação de Lula e que "Dilma Rousseff abriu uma caixa de Pandora ontem e teve uma resposta feroz das ruas brasileiras".

Já o francês "Le Monde" destacou que o telefonema "constrangedor" entre Lula e Rousseff deixou o "Brasil indignado". Por isso, "várias manifestações" ocorreram pelo país na noite de ontem.

Últimas de Brasil