Em Brasília, manifestantes protestam em frente à sede do Banco Central

Ato é contra o pagamento da dívida brasileira, o que, segundo eles, aumentará o desemprego no Brasil

Por O Dia

Brasília - Em dia de divulgação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), um grupo de aproximadamente 100 manifestantes se concentra desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira, na portaria principal da sede do Banco Central, em Brasília. A entrada de funcionários ocorria normalmente por volta das 7h45, mas há um reforço policial e também da segurança da instituição em todas as portarias do prédio.

A reportagem entrou em contato com os manifestantes, mas não encontrou a liderança do grupo. O protesto, de acordo com eles, terá adesão de mais pessoas, que ainda vão chegar em pelo menos dois ônibus. Os participantes garantem que o ato não tem qualquer relação com o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff - nem contra e nem a favor.

Segundo os manifestantes, o protesto é contra o pagamento da dívida brasileira, o que, segundo eles, aumentará o desemprego no Brasil. Eles também vão pedir mais assentamento para moradias O grupo pretende ir a pé da sede do BC até o Senado Federal, um percurso de aproximadamente quatro quilômetros que passa pelas vias mais centrais e conhecidas da cidade.

Últimas de Brasil