Dilma suspende pronunciamento em cadeia de rádio e TV

A presidente poderá se pronunciar no sábado, mas não se sabe ainda qual será o veículo ultilizado

Por O Dia

Brasília - A presidente Dilma Rousseff suspendeu pronunciamento que faria na noite desta sexta-feira em cadeia de rádio e televisão, a dois dias da votação de processo de impeachment contra ela na Câmara dos Deputados, afirmou uma fonte do Palácio do Planalto.

Logo que foi noticiado o pronunciamento, a oposição se manifestou contrária e afirmou que iria barrar a veiculação. O Solidariedade entrou com ação na Justiça Federal para impedir o pronunciamento da presidente . Segundo fonte, Dilma poderá se pronunciar no sábado, não se sabe ainda qual será o veículo ultilizado para tal. Há possibilidades de que isso ocorra nas redes sociais.

Pronunciamento oficial aconteceria na noite desta sexta-feiraLula Marques/ Agência PT

A presidente faria um pronunciamento à nação em cadeia de rádio e televisão às 20h20. Ela reafirmaria no programa de oito minutos e trinta segundos que não existe crime de responsabilidade que justifique o seu afastamento.

O partido Solidariedade anunciou em nota que entraria na Justiça Federal com uma ação civil pública para barrar o pronunciamento da presidente, alegando que ela estaria usando "a máquina pública em horário nobre para se defender da votação de domingo".

Últimas de Brasil