Temer rebate Dilma sobre fim de programas sociais: "Mentira rasteira

"Leio nos jornais as acusações de que acabarei com o Bolsa Família. Manterei todos programas sociais", escreveu Temer em sua conta no Twitter

Por O Dia

Brasília - A presidente Dilma Rousseff afirmou no fim da sexta-feira que a denúncia contra ela para impeachment é "uma fraude" e que seus eventuais sucessores cortariam programas sociais, algo que o vice-presidente Michel Temer chamou de uma "mentira rasteira".

"A denúncia contra mim em análise no Congresso Nacional não passa de uma fraude. A maior fraude jurídica e política da história de nosso país", afirmou Dilma em vídeo nas redes sociais e no site do PT.

A dura mensagem da presidente foi feita a menos de 48h da votação prevista na Câmara, no domingo, sobre o pedido de abertura de processo de impedimento da presidente, sob acusação de ter cometido crimes de responsabilidade.

"O Brasil e a democracia não merecem tamanha farsa. Peço a todos os brasileiros que não se deixem enganar, vejam quem está liderando esse processo e o que propõem para o futuro do Brasil", prosseguiu a presidente, em referência clara a Temer (PMDB), que assume no caso de afastamento de Dilma.

"Os golpistas já disseram que se conseguirem usurpar o poder, será necessário impor sacrifícios à população brasileira... Querem revogar direitos e cortar programas sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida", afirmou Dilma.

Temer rebateu as declarações de Dilma, afirmando ser uma "mentira rasteira" as acusações de que acabaria com o Bolsa Família. "Manterei todos programas sociais", disse ele em sua conta no Twitter no começo da manhã deste sábado.

Temer voltou a Brasília na noite de sexta-feira alterando seu plano inicial de passar o fim de semana em São Paulo. O vice-presidente marcou uma reunião de trabalho às 12h, no Palácio do Jaburu.

Últimas de Brasil