Por felipe.martins

Rio - A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa hoje em todo o país. Devem receber a dose crianças entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, mulheres com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde.

O secretário de Vigilância em Saúde, Antônio Nardi, disse que não há risco de faltar dose para os grupos que fazem parte do público-alvo.  “Estamos encaminhando 100% das doses. Não tem perigo de faltar vacina”, garantiu Nardi.

O público-alvo, segundo o Ministério da Saúde, totaliza 49,8 milhões de pessoas. A meta é imunizar pelo menos 80% dessa população, considerada de risco para complicações por gripe. Povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional também estão entre os grupos que vão receber a dose.

“A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde. E é respaldada por estudos do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. Têm prioridade os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias”, informou o ministério.

Você pode gostar