Por lucas.cardoso

Brasília - O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado aprovou nesta terça-feira o parecer do relator, senador Telmário Mota (PDT-RR), que recomenda a cassação do mandato do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS). Foram 13 votos a favor do parecer, nenhum voto contrário e uma abstenção.

Senador Delcidio Amaral (sem partido-MS) Marcos Oliveira/Agência Senado

Com a aprovação, o processo contra Delcídio segue para a Comissão de Constituição e Justiça do Senado. De acordo com Telmário Mota, não há dúvida de que o senador Delcídio do Amaral tenha abusado de suas prerrogativas constitucionais e maculou a imagem do Senado ao atuar, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF), para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

Quando a análise do documento for concluida, o processo retornará para o Conselho de Ética. Deverá partir do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pautar a cassação do ex-petista em plenário. Decisão deve acontecer até o fim deste mês.


Você pode gostar