Programa gratuito ajuda surdos a navegar na Web

Aplicativo traduz contéudo da internet para linguagem de sinais

Por O Dia

Rio - Boas novas para os deficientes auditivos. Foi lançada nesta quinta-feira a Suíte Vlibras. Trata-se de um conjunto de ferramentas digitais que amplia a acessibilidade das pessoas com deficiência auditiva a conteúdos online. Os aplicativos estão disponíveis para download gratuito no Portal do Software Público Brasileiro (softwarepublico.gov.br).

O coordenador do projeto, Tiago Maritan, explica que o invento faz a tradução de conteúdos digitais (texto, áudio e vídeo) para Libras, a Linguagem Brasileira de Sinais, através de um boneco (avatar) 3D. Os usuários podem selecionar textos e áudios e, com um clique, traduzir os conteúdos para Libras.

“Ao contrário do que muita gente pensa, a maioria das pessoas surdas não são alfabetizadas em português.Significa que elas têm também a barreira do português. A primeira língua delas é a linguagem de sinais”, explica Maritan, professor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Ele lembra que o Vlibras pode ser instalado em computadores e celulares.

WIKILIBRAS

Uma das ferramentas mais interessantes do Vlibras é a WikiLibras, um sistema para correção e inclusão de novos sinais em Libras. Maritan afirma que ainda hoje há um abismo entre a quantidade de palavras em língua portuguesa e a quantidade de sinais.

“O português tem 300 mil palavras e libras tem de 10 a 15 mil sinais definidos. Então, quando alguém sentir falta de algum sinal na ferramenta, ele pode entrar lá e contribuir gerando novos sinais”. afirma Tiago. “ Essa ferramenta é para a comunidade de surdos fazer a inclusão de novos sinais e corrigir os sinais que precisam melhorar”, completa.

O projeto foi desenvolvido durante seis anos na universidade da Paraíba, com apoio do Ministério do Planejamento. A iniciativa surgiu quando uma jovem com deficiência auditiva passou no vestibular de Ciências da Computação na UFPB. A partir do desafio de comunicação com ela, nasceu o pacote Vlibras. De acordo com Maritan, a estimativa da equipe é de que haja mais de 10 mil downloads do aplicativo para celulares e uma média de mil acessos diários à página do Vlibras na internet.

Últimas de Brasil