Por clarissa.sardenberg
Thiago Augusto Maranhão Reprodução Facebook

Maranhão - O filho do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), foi exonerado na tarde desta segunda-feira pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) após denúncia de que seria um funcionário fantasma.

O caso foi revelado pelo jornal "Folha de S.Paulo."

Thiago Augusto Maranhão é médico e reside em São Paulo, mas estava nomeado como assessor.

De acordo com o portal da transparência do TCE-MA, ele exercia era "assessor de conselheiro TC-04", com remuneração bruta de R$ 7,5 mil — R$ 6,529,85 com descontos.

O cargo era lotado no gabinete do ex-presidente do órgão Edmar Cutrim. Thiago está cursando pós-graduação em São Paulo e Cutrim teria feito o pedido ao presidente do TCE-MA, Jorge Pavão.

Por enquanto, Waldir Maranhão ainda não comentou o caso em detalhes e disse que falaria nesta terça-feira.

Você pode gostar