Em seu perfil no Facebook, Dilma diz que decisão do afastamento 'é golpe'

Rousseff afirmou que 'se está usando pretextos jurídicos para tirar do poder uma presidente legitimamente eleita do poder em uma injustiça histórica'

Por O Dia

Brasília - A presidenta Dilma Rousseff publicou em seu perfil no Facebook, às 8h30, que a decisão do Senado de abrir processo de julgamento contra ela "é golpe". Dilma, que acompanhou toda a votação da admissibilidade do processo de impeachment no Palácio da Alvadora disse que “quanto mais uma palavra se aproxima da realidade que se quer esconder, maior o incômodo que seu uso traz.”

No post, que traz o vídeo do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, em seu discurso de defesa da presidenta na sessão do Senado, Dilma destacou o trecho em que Cardozo alegou que "se está usando pretextos jurídicos para tirar do poder uma presidente legitimamente eleita do poder em uma injustiça histórica."

O Senado aprovou a admissibilidade do impeachment na manhã desta quinta-feira, por 55 votos favoráveis e 22 contrários. Estavam presentes no plenário 78 senadores. O presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), optou por não votar.

Confira a públicação da presidente Dilma em seu Facebook:

"É GOLPE

“Quanto mais uma palavra se aproxima da realidade que se quer esconder, maior o incomodo que seu uso traz.” O ministro José Eduardo Cardozo, da AGU Advocacia-Geral da União, lembrou que se está usando pretextos jurídicos para tirar do poder uma presidente legitimamente eleita do poder em uma injustiça histórica".

Últimas de Brasil