Novo ministro do Planejamento atribui post machista no Facebook a hackers

Romero Jucá alegou ser vítima de 'ataques de pessoas ligadas ao governo' que foi afastado

Por O Dia

Brasília - A página do Facebook do novo ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR), foi supostamente alvo de um ataque nesta sexta-feira, com uma polêmica postagem sobre mulheres. Na publicação que teria sido adulterada, segundo a assessoria de imprensa de Jucá, ele afirmaria que a primeira reunião ministerial com a equipe do presidente em exercício Michel Temer seria mais produtiva e objetiva por não contar com a presença feminina.

"Muitos condenam a ausência de mulheres, mas sem elas a reunião ficou muito mais objetiva e produtiva, afinal o Brasil não tem tempo a perder", dizia o texto da publicação feita no horário do almoço. A rede social do novo ministro foi alvo de muitas críticas, o que levou a assessoria de Jucá a remover o comentário. Há pouco, em nova postagem, ele disse estar sendo vítima de " ataques de pessoas ligadas ao 'governo' que foi afastado e adversários políticos".

"Jamais diria algo que pudesse desrespeitar qualquer pessoa, principalmente as mulheres que exercem um papel fundamental no campo de trabalho. Sempre valorizei e incentivei a participação da mulher na vida pública, pois contribui consideravelmente para a modernização e transparência da gestão pública e no fortalecimento da política", diz o texto em que corrige a postagem.

Veja a publicação:

Últimas de Brasil