Coluna Esplanada: Ministro trator

Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, vai alinhar estratégia de segurança nacional com o da Defesa e do reinstalado Gabinete de Segurança Institucional, sob comando do Exército

Por O Dia

Rio - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, vai alinhar estratégia de segurança nacional com o colega Raul Jungmann, da Defesa, e com o reinstalado Gabinete de Segurança Institucional, sob comando dos militares do Exército. O objetivo é monitorar e reprimir manifestações que infrinjam a lei – caso de o MST fechar rodovias e da invasão de sedes de ministérios. Moraes é chamado de ‘Trator’ pelos aliados.

Bem na fita
Egresso da USP, Moraes é autor de um livro sobre Direito Constitucional dos mais usados em faculdades do País; e o terceiro mais citado por ministros do STF.

Temer
Desenho entre portas hoje: Michel Temer é candidato à reeleição em 2018, com Serra de vice (no PSDB ou não). Isso mata o projeto de Aécio.

Quer meu lugar?
José Serra, chanceler do Itamaraty, queria Apex e Camex sob tutela do MRE, e indicar o ministro do Desenvolvimento Econômico. Ouviu de Temer um “Serra, calma aí!”

Sino-Sedex
A Alibaba, chinesa gigante das vendas pela web, é a favorita para comprar parte dos Correios. Eles já têm operação conjunta em galpão na China.

A hora de Cunha
Relator da cassação de Eduardo Cunha, o deputado Marcos Rogério diz que será difícil ele se salvar. Documentos sigilosos do STF, que leu, mostram transações ‘nebulosas’.

Naufrágio eleitoral
O PT encomendou pesquisa para aferir os impactos do impeachment de Dilma nas urnas em outubro. A (melhor) previsão é de perda de 20% das 635 prefeituras.

CANADÁ IN RIO

?A EMBRATUR tenta reverter a imagem do Rio. Chegaram no sábado donos das 12 maiores operadoras de turismo do Canadá. Vão conhecer o Pão, Cristo, Museus. Hoje, só 2% dos canadenses que veem à América do Sul visitam o Brasil. Eles preferem Chile, Argentina, Peru, Equador, diz o presidente interino da Embratur, José Antônio Parente.

Bisturi policial
Vem aí uma devassa na gestão do PT no Ministério da Saúde. O ministro Ricardo Barros vai entregar tudo o que descobrir pessoalmente ao diretor da PF.

Ex & FBI
Na quinta, a dois dias do prazo da Embaixada dos EUA para a ex-mulher do político se decidir pela delação, o poderoso a convidou para conversa. Ela pediu tempo ao FBI.

Bob Jeff x OAB
Perdoado no Mensalão, Roberto Jefferson está tenso. Assim como José Dirceu (que já perdeu), corre risco de ter cassada a sua carteirinha da OAB.

Guloso
O deputado Paulinho (Solidariedade) perdeu o Ministério do Trabalho de guloso. Pediu também o Desenvolvimento Agrário – ficou só com este, que será secretaria.

Inflação na banca
A Lava Jato inflacionou os honorários das maiores bancas criminalistas. Escritórios cobram de R$ 1 milhão a R$ 2 milhões para entrar na causa – e R$ 8 mi sobre sucesso.

Confusão no MRE
Com a Apex no Itamaraty, os salários terão de ser equiparados. Mas os funcionários da agência, que ganham bem mais que alguns itamaratecas, começaram motim.

Caedemnem id
Michel Temer pediu licença da loja Maçônica “Colunas Paulistas”, nº 3333, para assumir a presidência da República. É que faltará às reuniões.

Homem do bilhão
O bilionário ex-senador Gilberto Miranda, enrolado na Operação Porto Seguro da PF se trata contra câncer na garganta. Amigo do jet set internacional, sente falta das viagens.

Pouca coisa
Entre outros, Miranda é próximo de Bernie Eclestone (F-1) e da atriz Sharon Stone – a quem buscou de jatinho em Floripa em 2011 para almoçar com ele em SP.

ISO na pauta
O Inmetro e representantes da ONU reúnem-se hoje no INPI no Rio, com representantes dos países de língua portuguesa, para debater melhorias nos certificados ISO.

Coluna de Leandro Mazzini com Walmor Parente e Equipe DF, SP e Nordeste / contato@colunaesplanada.com.br

Últimas de Brasil