Mãe de rapaz que atacou Ana Hickmann diz que ele era o 'melhor filho do mundo'

Rodrigo Augusto Pádua foi morto após invadir quarto de hotel onde a apresentadora estava hospedada

Por O Dia

Minas Gerais - A mãe de Rodrigo Augusto Pádua, homem acusado de invadir armado o quarto de hotel onde Ana Hickmann estava hospedada, falou com os jornalistas após o enterro do filho, que aconteceu em Juiz de Fora nesta segunda-feira.

"Meu filho era o melhor filho do mundo. Só eu conhecia meu filho. Não era ele quem fez isso. Era outra pessoa, entendeu? Porque o inimigo é terível, ele ataca mesmo as pessoas 24 horas por dia", disse Wanda Simões de Pádua.

Rodrigo Augusto PáduaReprodução Internet

Ela ainda afirmou que Rodrigo não era usuário de drogas. "Ele nunca fez nada com intenção de nada. Nunca mexeu com drogas, não bebia, não fumava, ficava mais em casa. Era um filho sereno, um menino muito educado. Pode perguntar aos vizinhos lá. Era de casa para a academia, da academia para casa. Ele só saia comigo. E dizia 'Mãe, a senhora é a coisa mais importante deste mundo para mim, se a senhora morrer eu vou junto'. Não tinha vício de nada, era muito carinhoso comigo, com os irmãos", contou.

Wanda também explicou o que Rodrigo estava fazendo em Belo Horizonte. "Ele foi para Belo Horizonte para conhecer a cidade, porque meu outro filho mora lá. Ele ia para outro lugar. Foi uma fatalidade que aconteceu. Tenho certeza de ele não foi lá para fazer mal para ninguém. Ele só queria conversar. Mas como o destino foi cruel, tirou o meu filho de mim. Meu caçula, que eu amava tanto. Agora vai ficar no só meu coração", lamentou. 

Últimas de Brasil