Menino de 10 anos morre em troca de tiros com a Polícia Militar

Garoto teria roubado carro com o comparsa de 11 anos e, após perseguição, teriam trocado tiros com os agentes em São Paulo

Por O Dia

São Paulo - Um menino de apenas 10 anos morreu após, segundo a Polícia Militar, ter roubado um carro e trocar tiros com policiais militares na noite dessa quinta-feira, na Zona Sul de São Paulo. O comparsa, de 11 anos, foi apreendido, encaminhado à delegacia e liberado após a chegada dos pais. 

Menor de 11 anos após sair de depoimento no DHPPReprodução / TV Globo

De acordo com a Polícia Militar, os dois jovens teriam roubado o carro na região do Morumbi, região rica da cidade. Minutos depois, PMs que faziam patrulha pela região suspeitaram das duas crianças e tentaram realizar uma abordagem. Ao desobedeceram a ordem de parada dos agentes, os menores começaram a fugir em alta velocidade. Durante a fuga, o garoto mais velho que dirigia o veículo perdeu o controle e chegou a bater contra um ônibus. Momentos depois eles se envolveram em um outro acidente quando bateram em um caminhão..

Carro roubado pelos menoresReprodução / TV Globo

Após a segunda colisão, o condutor não teria conseguido manobrar o automóvel para continuar a fuga e por isso, segundo a versão da polícia, eles teriam atirado contra os PMs, que revidaram. 

Durante o tiroteio o menino de 10 anos foi baleado e acabou morrendo no local. Já o de 11, não teve ferimentos e foi apreendido. Ele foi encaminhado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) onde prestou depoimento à polícia e foi liberado junto com a mãe. Com eles, os policiais apreenderam um revólver calibre 38. 

Por ter apenas 11 anos, o garoto não pode ser levado à Fundação Casa, que só permite o ingresso jovens maiores de 12 anos.

Últimas de Brasil