Ex-governador do Pará, Jarbas Passarinho morre aos 96 anos

Ex-ministro do governo Collor morreu em casa, em Brasília, por causa de problemas de saúde

Por O Dia

Brasília - O ex-governador do Pará, ex-ministro e ex-senador Jarbas Passarinho morreu na manhã deste domingo aos 96 anos. Ele faleceu em sua residência, em Brasília, em decorrência de problemas de saúde relacionados à idade já avançada. Por meio de nota, o governo do Pará informou que decretou luto oficial de três dias. O velório será feito na própria capital federal e o enterro está programado para começar às 16h, no Cemitério Campo da Esperança.

Nascido no município de Xapuri, interior do Acre, Jarbas Passarinho, militar do Exército, iniciou sua trajetória política no Pará, estado que governou entre 1964 e 1966. No Senado, cumpriu três mandatos. Também atuou como ministro do Trabalho, da Educação e da Previdência Social no governo militar e como ministro da Justiça no governo de Fernando Collor.

O presidente interino Michel Temer lamentou a morte do ex-senador. ”Quero expressar meus sentidos pêsames pela perda desse grande brasileiro, Jarbas Passarinho”, disse Temer por meio de sua conta no Twitter.

Em nota, o governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles, disse que "o país perde um grande brasileiro". "Jarbas Passarinho esteve presente nos mais importantes acontecimentos da vida pública do nosso país. Foi governador, ministro e senador e sempre teve cuidado irreparável na administração da coisa pública". 

 

Últimas de Brasil