São Paulo terá frio de 8 graus nesta quarta-feira

Ontem a capital paulista teve a tarde mais fria dos últimos oito anos para um mês de junho

Por O Dia

São Paulo - Depois de vários dias com o predomínio de chuvas, uma condição atípica para essa época do ano, o sol reapareceu na manhã desta quarta-feira em São Paulo. Mas, no lugar do guarda-chuva, vieram os casacos mais pesados. Na madrugada de hoje, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) registrou temperatura média de 10 graus .

O frio foi ainda mais intenso nos bairros situados nas extremidades da cidade, com mais áreas verdes. Na região de Parelheiros, perto da Serra do Mar, a medição automática do CGE indicou 8 graus.

Segundo a previsão do CGE %2C hoje à tarde%2C a máxima deve ficar em torno dos 18 graus Reprodução

Segundo a previsão do CGE , hoje à tarde, a máxima deve ficar em torno dos 18 graus . Ontem, a capital paulista teve a tarde mais fria dos últimos oito anos para um mês de junho, com a temperatura máxima de 14,8 graus, registrada no Mirante de Santana, na zona norte. Em relação a junho de anos anteriores, essa foi a menor temperatura desde 23 de junho de 2008, quando os termômetros acusaram 14,5 graus.

Chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou  que o volume de chuva, registrado desde o começo de junho até às 15h de ontem, atingiu 203,8 milímetros, o que coloca este mês como o terceiro junho mais chuvoso da série histórica iniciada em 1943, no Mirante de Santana. As maiores marcas anteriores ocorreram em 1945 (198,3 mm), 1983 (220,7 mm) e 2012 (233,7 mm).

De acordo com o Inmet, as ocorrências de temporal com chuva forte, rajadas de vento, trovoadas e queda de granizo nos últimos dias no interior paulista foram decorrentes de ventos úmidos e da chegada de massa de ar frio.Os vendavais provocaram muitos estragos em Campinas, Sumaré, Jarinu, Itupeva, Jundiaí, São Roque, Mairinque e Vargem Grande Paulista.

Para os próximos dias, não há previsão de chuva,, exceto no nordeste do estado (região do Vale do Paraíba e litoral norte), onde as precipitações poderão ocorrer de forma isolada e com fraca intensidade. Na maioria das localidades, deve prevalecer a formação de névoa úmida e frio ao amanhecer, como efeito do ar mais seco e da presença de uma massa de ar polar.

Nesta quinta e sexta-feira, podem ocorrer geadas em áreas da Serra da Mantiqueira e não está descartada a possibilidade deste fenômeno também em regiões da Grande São Paulo. No sábado, a temperatura na capital pode cair para menos de 6 graus.

Últimas de Brasil