Comissão do impeachment cancela sessão de oitivas desta quinta-feira

Os senadores passaram mais de 14 horas em sessão ouvindo as testemunhas indicadas pela acusação de Dilma Rousseff, o que interferiu nos trabalhos programados para esta quinta-feira

Por O Dia

Brasília - Os senadores da comissão especial do impeachment decidiram cancelar a sessão que seria realizada nesta quinta-feira para ouvir testemunhas. Após mais de 14 horas, os senadores encerraram a em reunião em que ouviram testemunhas indicadas pela acusação. A sessão entrou pela madrugada e terminou por volta das 2h15, o que comprometeu os trabalhos desta quinta. A comissão retomará as oitivas na segunda-feira.

LEIA TAMBÉM: Auditor do TCU diz que práticas fiscais do governo Dilma foram atos 'graves'

Procurador do TCU Júlio Marcelo de Oliveira afirmou que Dilma "tinha consciência" de crimesWaldemir Barreto/Agência Senado

Na sessão dessa quarta-feira, foram ouvidos o procurador da República junto ao TCU, Julio Marcelo de Oliveira, e o auditor do TCU Antonio Carlos Costa d'Ávila Carvalho. Ainda serão ouvidas testemunhas de acusação indicadas por senadores da base de Temer. Foram convidados do quadro de operação de crédito da Secretaria do Tesouro Nacional, Rogério Jesus Alves Oliveira, Adriano Pereira de Paula e Otávio de Medeiros.

Últimas de Brasil