Morre segundo morador de rua em São Paulo após madrugada fria

O corpo de Adilson Roberto Justino foi achado na Avenida Paulista por volta das 4 horas deste domingo

Por O Dia

São Paulo - Na madrugada em que São Paulo teve a segunda menor temperatura de 2016, mais um morador de rua morreu, desta vez na calçada da Avenida Paulista, na Região Central. Na sexta-feira, um homem que dormia na rampa de acesso à Estação Belém do metrô, na Zona Leste, também morreu possivelmente por causa da baixa temperatura.

Moradores de rua lutam para se protegerem do frio na madrugada mais fria do ano em São PauloReprodução / Globo News

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), o corpo de Adilson Roberto Justino foi achado na Avenida Paulista por volta das 4 horas deste domingo sem sinais de violência física. Segundo uma testemunha, Justino morreu após apresentar convulsões.

O local passou por perícia e o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML). Na madrugada deste domingo, a capital teve mínima de 6,1ºC, afirmou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O índice é o segundo menor de 2016, menor apenas do que os 5,5ºC registrados na sexta-feira. 


Últimas de Brasil