Morre no Rio de Janeiro, aos 65 anos, o jornalista Alberto Léo

Lendário jornalista esportivo, Léo estava internado devido a um câncer no intestino

Por O Dia

Rio - O jornalista Alberto Léo morreu nesta quinta-feira, aos 65 anos, por complicações de um câncer no intestino, na Clínica São Carlos, no Humaitá, na zona sul do Rio de Janeiro. Ele estava internado desde 8 de junho.

Léo trabalhava desde 2000 no setor de jornalismo esportivo da televisão pública, primeiro na TVE e depois na Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Seu corpo será sepultado amanhã, às 13h, no Cemitério Israelita do Caju.

Alberto Léo estava internado em decorrência de um câncer no intestino Reprodução

Alberto Léo começou a trabalhar com esporte na televisão em 1980, na TV Bandeirantes. Cinco anos depois, migrou para a TV Manchete. Foi apresentador de TV, locutor e chefiou a editoria de esportes até a extinção da emissora, em 1999, tendo trabalhado ao lado de estrelas do jornalismo esportivo como João Saldanha, jornalista e ex-técnico da Seleção Brasileira.

Na TVE, trabalhou como comentarista do programa "Ataque", mesa-redonda exibida no domingo à noite. Depois, foi editor-chefe do programa, que hoje se chama "Mundo da Bola". Há três anos, assumiu a Gerência de Esportes da EBC no Rio de Janeiro, sendo responsável pela programação esportiva da TV Brasil e da Rádio Nacional.

Últimas de Brasil