Cerveró deixa prisão para cumprir pena em casa, no Rio

Benefício foi concedido por conta do acordo de delação premiada firmado entre o empresário e o Ministério Público

Por O Dia

Paraná - O ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, deixou a carceragem da Polícia Ferderal nesta sexta-feira, em Curitiba, no Paraná, e vai passar a cumprir pena em casa, no Rio. Cerveró saiu por volta das 8h40 do local. O benefício foi concedido por conta do acordo de delação premiada firmado entre o empresário e o Ministério Público Federal (MPF), e homologado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki.

Ex-diretor da área internacional da Petrobras%2C Nestor Cerveró vai para casa em ItaipavaDivulgação / Agência Brasil

Após sair da delegacia, ele seguiu para o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, Cerveró só poderá sair de casa para emergências médicas e para se apresentar à Justiça. Ele será escoltado pela polícia ao chegar ao Rio, onde vai seguir para a casa de sua família, em Itaipava.

Ele também está proibido de deixar o país. O empresário foi condenado em duas ações penais da Lava Jato e vai passar 27 anos e 4 meses. Com a proposta da delação, a pena pode cair para 25 anos. O acordo também prevê que ele devolva R$ 17 milhões aos cofres públicos.

Últimas de Brasil