Senado retoma sessão de depoimentos na Comissão de Impeachment

Estão marcados para esta terça-feira os testemunhos de Aldo Rebelo; Luis Inácio Adams; e de Antônio Carlos Rebelo, todos da defesa de Dilma Rousseff

Por O Dia

Brasília - A Comissão Processante de Impeachment no Senado retoma na manhã desta terça-feira o depoimento da testemunha de defesa Maria Fernanda Ramos Coelho, ex-secretária executiva do extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário, que teve sua participação interrompida nessa segunda-feira, devido a um apagão que deixou o Congresso Nacional às escuras.

Estão marcados ainda para esta terça-feira os testemunhos do ex-ministro da Defesa Aldo Rebelo; do ex-advogado-geral da União Luis Inácio Adams; e de Antônio Carlos Rebelo, responsável técnico pela análise de créditos suplementares no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Ontem, um incêndio em uma substação da Companhia Elétrica de Brasília deixou o Senado completamente sem luz e provocou o encerramento antecipado dos trabalhos da Comissão Processante do Impeachment.

Pouco antes do apagão, os senadores concluíram a oitiva do ex-ministro do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias. Ele defendeu o governo da presidenta afastada Dilma Rousseff e disse desconhecer a realização das chamadas “pedaladas fiscais”.

“Eu não tive nenhum conhecimento de pedalada fiscal, até porque é uma expressão que foge à minha cultura jurídica, aos meus conhecimentos. O que tenho conhecimento é que nós viabilizamos, em 2015 para 2016, o Plano Safra, que tem durabilidade de um ano”, afirmou.

A comissão tem marcada para esta quarta-feira a oitiva das últimas quatro testemunhas de defesa.

Últimas de Brasil