Miss Brasil 2004 deixou bilhetes de despedida para família

Caderno de Fabiane Niclotti foi entregue às autoridades e passará por um exame grafotécnico para comprovar sua letra

Por O Dia

Rio Grande do Sul - A hipótese de suicídio ganhou força no caso da Miss Brasil 2004 Fabiane Niclotti, de 31 anos, encontrada morta na última terça-feira em Gramado, no Rio Grande do Sul. Familiares encontraram um caderno com supostos bilhetes suicidas no local onde o corpo da modelo foi achado, de acordo com a polícia local. Nas anotações, Fabiane desejaria um velório discreto, a venda de seu carro e pediria um novo dono para seu cachorro.

Miss Brasil 2004 Fabiane Niclotti Reprodução Instragram

De acordo com o delegado Gustavo Barcellos, depoimentos de parente e amigos revelaram que Fabiane já revelava sinais suicidas. No entanto, ainda não se sabe quais seriam os motivos.

Miss Brasil 2004 é encontrada morta dentro de casa

O caderno de Fabiane foi entregue às autoridades para análise e passará por um exame grafotécnico para comprovar se a letra realmente pertence à modelo.

O corpo da Miss foi enterrado nesta quarta-feira, no Cemitério da Linha Furna, em Gramado, cidade natal da modelo. A jovem foi encontrada morta em sua cama, pelo irmão e policiais. A perícia não encontrou nenhuma marca em seu corpo.

Fabiane cursava Direito e se formaria este ano. Eleita Miss Rio Grande do Sul em 2003, ela concorreu ao Miss Brasil no ano seguinte, em uma disputa acirrada com ninguém menos do que a ex-BBB e atriz Grazi Massafera, candidata do estado do Paraná. No concurso, Fabiane conquistou a coroa de Miss e Grazi ficou em terceiro lugar. No mesmo ano, Niclotti também disputou o Miss Universo, mas não se classificou entre as semifinalistas.

Grazi Massafera%2C Fabiane Niclotti%2C Iara Coelho e Priscilla Meirelles no Miss Brasil 2004Divulgação


Últimas de Brasil