Material pego pela Federal entrega mais gente do fundo de pensão dos Correios

Dados apontam para ingerência de dois senadores do PMDB em aplicações suspeitas que deram prejuízos de mais de R$ 500 milhões

Por O Dia

Rio - O material apreendido pela Polícia Federal na operação que cercou os conselheiros do fundo de pensão dos Correios, o Postalis, entrega mais gente da direção. Dois são considerados foragidos, e uma diretora de análise está na mira. Os dados apontam para ingerência de dois senadores do PMDB em aplicações suspeitas que deram prejuízos de mais de R$ 500 milhões. Dois conselheiros detidos são ex-carteiros, sem qualquer experiência no setor, e apenas assinavam os papéis como paus-mandados.

Bom dia
Vai sair operação. Mais de 150 agentes da PF estão mobilizados desde sexta à noite. Tem policial que não dormiu de ansiedade.

Lobos?
Abin, Polícia Federal e Exército já monitoram cidadãos árabes e asiáticos suspeitos que entraram no Brasil com visto de turismo nos últimos meses e por aqui ficaram.

Pan
Em 2007, quando diretor da PF, Luiz Fernando Corrêa, hoje na Segurança dos Jogos do Rio, incumbiu agentes de monitoraram in loco no Rio alguns suspeitos.

Carta pronta
Eduardo Cunha vai renunciar à presidência da Câmara. Há um esforço do PMDB e de partidos do centro-direito para salvar seu mandato. Seria uma saída ‘a La Renan Calheiros’, como em 2007, quando foi apeado do comando do Senado e salvou a vaga.

Cotados
Os candidatos à sucessão de Cunha para o mandato-tampão (até fevereiro) são Rodrigo Maia ou Giacobo, do Governo, e Rosso, da cota do próprio Cunha.

Turistas de plantão

O presidente Michel Temer decidiu entregar o comando do Ministério do Turismo para a bancada do PMDB da Câmara. Mas causou mais confusão. O grupo de Minas tem prioridade porém não se entende. Newton Jr, Saraiva Felipe e Leonardo Quintão brigam.

Solução de paz
Aproveitando o racha mineiro, o deputado alagoano Max Beltrão fechou aliança com a bancada do Nordeste e tem aval de alguns ministros para assumir o Turismo. Ele é apadrinhado do presidente do Congresso, Renan Calheiros. O Planalto aposta como saída política para apaziguar os ânimos entre Temer e Renan.

Licença prêmio
Os Garotinho sumiram do mapa político. Anthony só aparece no seu ácido blog, e a deputada Clarissa segue de licença maternidade. Foi dele a dica, e dela a pergunta fatal que deu o pontapé para o inferno de Eduardo Cunha, que negara contas na Suíça.

Escolta armada
Integrantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres, da PF e Polícia Rodoviária Federal planejam força-tarefa nas rodovias para proteger os fiscais da ANTT. São diárias as ameaças de mortes e agressões. Casos se sucedem no Nordeste, Goiás e Rio.

Baixa na pista
A ANTT confirma os registros mas não divulga números, que estão em levantamento. Há agentes pedindo remanejamento de função e até baixa.

Foi mal
São tantas que o estoque de nomenclaturas da PF se esgotou. A banda Boca Livre reclama da operação homônima. Embora a ação tenha tirado o grupo do anonimato.

Deu a louca
A presidente afastada Dilma não está bem. Em twittes, cita Beyoncé como referência e diz que vai pisar na cabeça de Michel Temer como se esmaga uma serpente..

Ponto Final
Muita gente ficou assustada com o suposto terrorista solto pelo Brasil. Não só pela notícia, mas pelo alerta partir da Avianca, e não das autoridades policiais.

Por Leandro Mazzini

Últimas de Brasil