Feliciano e Neto se encontram: 'O que te define é o que está entre suas pernas'

Pastor usou modelos de tomadas de energia elétrica para exemplificar que 'gays são um fenômeno de comportamento'

Por O Dia

Rio - O youtuber Felipe Neto publicou nesta terça-feira o vídeo no qual debate com o pastor Marco Feliciano questões como casamento gay, homofobia, religião e outras polêmicas. O encontro ocorreu no gabinete  do deputado do PSC-SP, em Brasília. Além da versão online, há disponível uma para download sem cortes ou edições. Diante dos questionamentos de Neto, as justificativas de Feliciano são que "casais homossexuais não podem gerar filhos e, sendo assim, não podem proteger o Estado, pois não garantem a longevidade da população" e " o que te define é o que você tem entre as pernas".

Marco Feliciano recebeu Felipe Neto em Brasília para debate Reprodução Youtube

Felipe Neto o questiona se ele realmente acredita que as pessoas podem ser "influenciadas" a serem gays. "Ensina a criança o caminho onde ela se deve andar e ela vai andar por ele. A pessoa não nasce gay, ninguém nasce gay. Não existe gênero, existe sexo. Você nasce homem ou mulher", afirmou o pastor.

O youtuber havia proposto um encontro entre os dois após um bate boca no Twitter no qual chegou a chamar o deputado de "lixo humano". No início da conversa, ele pediu desculpas ao pastor, que disse já tê-lo feito.

Para exemplificar melhor sua "ideia de gênero", ele exemplificou seus argumentos utilizando modelos de tomadas de energia elétrica: "Encaixa e não encaixa, aqui entra e nada sai". "O amor sexual entre dois homens é um fenômeno de comportamento, gays são um fenômeno de comportamento", falou Marco Feliciano.

Neto pede para que o pastor discuta se concorda ou não, como pessoa e não como pastor e parlamentar, com a decisão do Supremo Tribunal Federal em aceitar as relações homossexuais na união civil. Então ele revelou que seu "medo é que a união estável se torne apta para uma união civil e ela se torne o casamento". "Como vão ficar as igrejas? Uma vez que as igrejas não apoiem um casamento, elas podem ser criminalizadas", diz Feliciano.

Religião

O youtuber e o deputado partiram para o tema religião e gays, comentando sobre o Novo e o Velho Testamento da Bíblia, mas sem muito desenvolvimento.

Questionado se ele condena os homossexuais a irem para o inferno, Feliciano irritou Felipe Neto ao responder dizendo que "90% dos homossexuais, que ele conhece, tem esse tipo de vida porque foram abusados ou tiveram sérios problemas na vida."

Boicote

O pastor promoveu um boicote à Natura, patrocinadora oficial da novela Babilônia em 2015, exibida pela Globo, por exibir um beijo entre as atrizes Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg logo no primeiro capítulo.

"Um beijo gay não precisa entrar na casa de um brasileiro, sendo que aquela emissora é paga com dinheiro público. Senhoras podem ser lésbicas, mas não precisam mostrar isso pra todo mundo, não precisa ficar se esfregando, não precisa ficar transando no meio da rua", enfatiza Feliciano.

O deputado revelou que não assiste a novelas, mas que foi alertado pela revista VEJA, que entrou em contato questionando sobre o seu posicionamento sobre o beijo gay exibido na novela.

Marcos Feliciano encerra a entrevista afirmando que a homofobia não pode ser criminalizada, já que em sua opinião a 'não aceitação' de homossexuais seria uma "liberdade de pensamento, que não pode virar crime".


Últimas de Brasil