Coluna Esplanada: Revanche na canetada

Dilma assinou decreto que preserva integralmente para a União uma área de 2,8 milhões de hectares no Amazonas

Por O Dia

Revanche na canetada

O presidente Michel Temer está às voltas com uma situação de vendeta da presidente afastada Dilma Rousseff. A equipe do Planalto descobriu que na véspera de seu afastamento, Dilma assinou muitos decretos, e um deles preserva integralmente para a União uma área de 2,8 milhões de hectares no Amazonas, que era demanda do Estado e da bancada para ‘estadualização’. Os ministros indicam que foi revanche da petista, pela votação em peso dos deputados do Norte por seu impeachment.

Feriu geral

O decreto saiu numa edição extraordinária do Diário Oficial, cujas páginas em análise revelam o fel despejado pela caneta presidencial no day after. E contra muita gente.

Rasgou o fígado

Ao de assinar com o fígado, pode sobrar para Dilma. As canetadas deverão ser alvo de ação por improbidade administrativa em alguns atos.

Biquinho..

O PMDB da Câmara, que ficará com o Turismo, reclama que Palácio marca e desmarca reunião da bancada com o presidente Michel Temer. É porque há precedente ruim.

.. e castigo

Na transição do Governo, a bancada foi ao Jaburu pedir um ministério. A turma discutiu tanto que Temer os deixou na sala e saiu para um compromisso. E não acordaram nada.

Foi falar, dançou

Paulo Ferreira, mais um ex-tesoureiro do PT encarcerado, sabia há mais de um ano que estava grampeado. Ainda deputado federal, foi indagado por um colega se estava no mesmo “número” (de celular). Ao que respondeu: “Sim, o mesmo: grampeado nas instâncias municipal, estadual e federal”.

Vencida no voto

A presidente afastada Dilma estava disposta até ontem a ir ao Senado se defender. Recuou após reunião com o advogado José Eduardo Cardozo e cinco senadores aliados da Comissão do Impeachment. Foram seis votos a um.

 

Alckmin x Serra

Depois da divulgação das iniciativas federais de combate ao contrabando comandadas pelo ministro José Serra, o governador Alckmin, de SP, decidiu não ficar atrás. Promete ação contundente para reprimir contrabando de cigarros no Estado.

Lo Hermano

O contrabando de cigarros em São Paulo representa 41% de mercado, sendo a marca Eight, do presidente paraguaio Horácio Cartes, a líder de com 25% das vendas.

Em campanha

O senador Romário está em campanha para governador, não para prefeito. Dia 7 de Agosto vai a Itaguaí prestigiar inauguração de obra com prefeito Weslei Pereira (PSB)

Gavetão

Está na gaveta da Comissão de Ética da Presidência o pedido do líder do PT na Câmara, Afonso Florence, de exoneração dos dez ministros de Temer que votaram pelo impeachment de Dilma e foram “premiados” com chefias de pastas na Esplanada.

Perfil do xerife

Subordinados do ministro lacônico Alexandre de Moraes, chefe da Justiça, ainda se adaptam ao jeito “mandão” do chefe. Até os garçons do órgão pisam em ovos antes de entrar no gabinete do homem de poucas palavras e sempre preso ao celular.

Bandeira branca

Para o deputado afastado Eduardo Cunha tanto faz se a votação da cassação for antes ou depois do recesso. Recebeu a informação de que sua tropa de choque foi desmontada e conta um a um os parlamentares que irá citar em sua iminente delação premiada.

Para todos

O senador Paulo Paim (PT-RS) acolheu a Sugestão nº 5/2016 que propõe projeto de lei para a criminalização da discriminação por orientação sexual e identidade de gênero. Em suma, se a proposta avançar e virar lei, vai em cana quem xingar um homossexual ou quem humilhar um hetero que defender sua posição.


Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil