Lula diz que não se candidatará à presidência 'caso o país dê certo'

'Se o Brasil der certo, por que eu precisaria ser presidente outra vez?', brincou o petista

Por O Dia

Pernambuco - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não se candidatará à presidência em 2018 caso "o país dê certo". A afirmação foi feita durante entrevista à Rádio Jornal, na manhã desta terça-feira. "Pra não ser candidato em 2018, é só o Brasil dar certo. Se o Brasil der certo, por que eu precisaria ser presidente outra vez?", indagou o petista.

Lula ainda brincou ao dizer que "política é que nem uma boa cachaça, você começa e não quer mais parar".

Lula afirma que só não será candidato a presidente se o país der certoRicardo Stuckert/ Instituto Lula - 19.04.16

Durante a conversa, o ex-presidente defendeu uma reforma política para que o país saia da crise. "Não há solução no país sem reforma política. Mas não acho que a reforma vai ser feita por esses deputados. O que tem que mudar são as pessoas. As pessoas reclamam, mas no dia da eleição votam em políticos que rapidamente estão xingando. É preciso ter responsabilidade para a gente consertar esse país", explicou.

A vontade de ver uma nova liderança política surgindo também foi manifestada por Lula. "Queria que tivesse uma pessoa nova, que conhecesse a mão de um trabalhador, de um pedreiro para governar esse país. Esse povo que faz campanha não conhece o Brasil, só conhecem o avião. Um governante tem que conhecer a alma das pessoas", finalizou.

O petista participou, nessa segunda-feira, de um ato da Caravana da Democracia. Desde a semana passada Lula realiza uma série de manifestações em 12 municípios em Pernambuco contra o impeachment de Dilma Rousseff.

Últimas de Brasil