Dilma Rousseff divulga carta aos senadores e ao povo brasileiro

Na mensagem, a presidente afastada volta a falar em 'golpe de estado', reforma política e antecipação das eleições

Por O Dia

Brasília - A presidente afastada Dilma Rousseff divulgou na tarde desta terça-feira, no Palácio da Alvorada, a carta ao povo brasileiro e ao Senado Federal. Na mensagem, Dilma Rousseff reafirma que 'impeachment sem crime de responsabilidade é golpe de estado' e propõe a convocação de um plesbicito para antecipação da eleição presidencial e para a reforma política.

Ainda na carta, a presidente afastada fala em 'Pacto pela Unidade Nacional, o Desenvolvimento e a Justiça Social' para pacificar o país e afirma que é necessário fortalecer a democracia brasileira. Ela encerra com uma frase de efeito: 'a democracia há de vencer'. A pagína do Facebook transmitiu ao vivo a leitura do documento.

A mensagem é uma tentativa de Dilma e aliados de mostrar resistência ao impeachment, cuja decisão final sairá no plenário do Senado, a partir do próximo dia 25.

A íntegra da "Mensagem ao povo brasileiro e ao Senado Federal"


Últimas de Brasil