Temer lamenta morte de Havelange: 'líder expressivo'

Presidente interino divulgou nota sobre a morte do ex-presidente da Fifa. João Havelange tinha 100 anos e sofria de pneumonia

Por O Dia

Brasília - O presidente interino Michel Temer lamentou nesta terça-feira, em nota, a morte do ex-presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa) João Havelange. "O esporte mundial perdeu hoje um dos seus mais expressivos líderes”, disse. Havelange tinha 100 anos e estava internado no Rio de Janeiro desde o mês passado, para tratamento de pneumonia. "João Havelange se dedicou com afinco ao desenvolvimento do esporte e, principalmente, do nosso futebol. Presto solidariedade aos familiares e amigos neste momento de pesar”, registrou Temer em nota.

Leia mais: Morre, aos 100 anos, João Havelange

Últimas de Brasil