Modelo estava sob efeito de alcool e antidepressivos ao dirigir, aponta IML

Ela teve politraumatismo, mas devido ao estado de deterioração do corpo não foi possível determinar a data da morte

Por O Dia

São Paulo - A modelo Aline Furlan tomou remédio antidepressivo e ingeriu bebida alcoólica antes de dirigir e se acidentar com seu carro, aponta o Instituto Médico Legal (IMl). O corpo da mulher de 28 anos, foi encontrado no último dia 31 de julhos, mais de 19 dias após seu desaparecimento em Piracicaba, interior de São Paulo.

A modelo de 28 anos Aline FurlanReprodução Facebook

Ainda de acordo com o laudo, a modelo teve politraumatismo, mas devido ao estado de deterioração do corpo não foi possível determinar a data da morte. A substância identificada no organismo de Aline foi a Trazodona. Ela é usada na maioria dos medicamentos que tratam a depressão, podendo causar sonolência, tonturas, náuseas e dores de cabeça.

O caso

O corpo da modelo foi encontrado ao lado de seu carro— um Toyota Corolla — em uma ribanceira perto do quilômetro 147 da Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304). O desaparecimento de Aline estava cercado de várias hipóteses, como sequestro, fuga ou acidente de trânsito.

Aline foi vista pela última vez ao sair de um bar no bairro Vila Rezende, em Piracicaba

Últimas de Brasil