Grávida é enforcada até a morte após ter bebê retirado da barriga

Crime foi cometido a mando de uma mulher de 31 anos, que inventou uma falsa gravidez para segurar o namorado rico

Por lucas.cardoso

Minas Gerais - Uma trama envolvendo seis pessoas seria a explicação para o mistério envolvendo a morte de Greiciara Belo Vieira, de 19 anos, em Ituiutaba, na região do Triângulo Mineiro. Em entrevista na tarde desta terça-feira, a Polícia Civil apresentou quatro pessoas que já foram presas, estando outras duas foragidas.

Quatro envolvidos já foram presos pela Polícia CivilDivulgação Polícia Civil

O corpo da jovem que estava grávida de oito meses foi localizado domingo, boiando em uma represa. Sua barriga estava aberta, e o bebê foi achado horas depois ainda vivo em uma residência da cidade. Uma mulher de 31 anos, que inventou uma falsa gravidez para segurar o namorado rico, teria planejado o sequestro da gestante para retirar o seu bebê.

Uma travesti foi quem indicou e enganou a vítima, sua amiga, e até uma enfermeira teria participado do parto, que foi feito dentro de um carro. Um dos envolvidos contou que a gestante ainda estava viva e gritou muito, sendo morta depois por enforcamento. Os envolvidos responderão por uma série de crimes.

Um dos envolvidos contou que a gestante ainda estava viva e gritou muito, sendo morta depois por enforcamento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia