Esplanada: Romero Jucá dá sinais de recuo nas ameaças de expulsão de Kátia Abreu

PMDB não quer perder uma senadora, que pelo partido é classificada independente, não adversária

Por O Dia

Rio - Efetivado na presidência nacional do PMDB, o senador Romero Jucá (RR), citado nas delações da Operação Lava Jato, dá claros sinais de recuo nas ameaças de expulsão da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), aliada de primeira hora da presidente cassada Dilma Rousseff. “O processo está em andamento e ainda não atingiu a fase de decisão sobre o assunto”, desconversa Jucá. O PMDB não quer perder uma senadora, que pelo partido é classificada independente, não adversária. Há votos futuros em jogo.

Dá sim

Candidatos a prefeito choram falta de verba. A ex-juíza Denise Frossard foi para 2º turno contra Sérgio Cabral em 2006 gastando R$ 170 mil no 1º turno. Para governadora.

Cada um por si

Eduardo Cunha foi abandonado. Deputados do PP, PTB e Solidariedade avisaram que estarão na sessão do julgamento do dia 12. As segundas-feiras, por tradição, são vazias.

Proseco na mão

Depois do Fórum de São Paulo, da turma da esquerda, agora vem aí o 1º Encontro Nacional do Foro de Brasília, em outubro, da direita. < www.forobsb.com >

House of Feliciano

Foi anexada ao pedido de inquérito para investigar o deputado Pr Feliciano uma prova recente que complica Emerson Biazon e deixa o deputado na berlinda. A priori, Biazon – que levou Patrícia, a denunciante, para SP – terá de se explicar muito à PF. Essa prova foi o estopim para Janot pedir o inquérito – além dos detalhes que já tinha em mãos.

Memória

O caso está no STF, em segredo de Justiça, e a PF vai começar diligências. Essa novela da vida real, com episódios nos quais todos são suspeitos, foi revelado pela Coluna em denúncia da garota, que acusa Feliciano de agressão e estupro. A Coluna também foi a primeira a publicar, com provas, que Patrícia negociava alto por seu silêncio.

Faca no pescoço

O PSDB está decidido a dar uma resposta ao que chama de “traição” do PMDB que articulou para manter os direitos políticos da presidente destituída Dilma. A ameaça tucana é deixar caducar duas Medidas Provisórias prioritárias para o Planalto.

As eleitas

Uma MP reduz os ministérios, e a outra, que cria o Programa de Parcerias e Investimentos – esta associada à manutenção do cargo do ministro Moreira Franco.

Sobrou para Deus

Conhecida pregadora dos corredores da Câmara dos Deputados, a irmã Selma profetiza sobre o futuro do País após a destituição da ex-presidente Dilma: “Só Deus na causa”.

Homem de palavra

O ex-senador Luiz Estêvão, em grampo revelado, na conversa com a deputada distrital Liliana Roriz, diz que “90% dos políticos de Brasília são bandidos”. E se inclui no rol. Além dela, há outro interlocutor no papo. Todos riem, num consentimento informal.

Patrulha nas redes

A patrulha ideológica faz nas redes sociais o que alguns de seus partidos fazem com a população: manipulação de informações e mentiras. A foto oficial do G20, extraída do site do encontro, tem o presidente Michel Temer. A que circula nas redes foi editada e cortada para evidenciar que supostamente o brasileiro foi excluído do grupo.

Veneno..

O senador Jorge Viana (PT-AC), 1º Vice-Presidente do Senado, prevê que o presidente Michel Temer provará do “mesmo veneno” ao afirmar que a base, mais cedo ou mais tarde, abandonará o peemedebista.

..verbal

“Eles não foram leais quando eram da nossa base. Acho pouco provável que eles sejam fieis agora com Temer”, pragueja o petista.

Orgulho!

A Esquadrilha da Fumaça deu um espetáculo ontem em Brasília, num voo histórico em que ‘escreveu’ no céu da Esplanada ‘Orgulho de ser brasileiro’. Parabéns! 

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil