Esplanada: PF mira dois empresários que causaram rombo bilionário em fundo

Um deles estaria residindo em Luxemburgo desde 2011, e outro já é cercado no Brasil

Por O Dia

Brasília - A Polícia Federal está atrás de dois empresários que causaram rombos de mais de R$ 1,6 bilhão nos quatro maiores fundos do País. Um deles estaria residindo em Luxemburgo desde 2011, e outro já é cercado no Brasil.

Eles são os controladores de dois fundos de investimentos considerados ‘pequenos’, mas que nasceram do assalto de seus players a centenas de milhões de dólares da Previ, Petros, Funcef e Postalis.

No vermelho

A investigação corre em sigilo. O rombo do dinheiro perdido no fundo T. seria de quase R$ 1 bilhão, e no Fundo M. de R$ 648 milhões.

Parou tudo

A limpa foi tão grande no Postalis na Operação Greenfield,da PF, que apenas um departamento está em atividade. Quase cem computadores foram apreendidos.

Petista Pop

Ministros de Temer forçaram a vista e reconheceram, do outro lado do palanque do 7 de Setembro, um ex-ministro do PT na arquibancada entre os populares.

Festa da Toga

O exclusivo BalcoNY Bar foi fechado neste sábado para uma festa VIP em homenagem ao ministro Dias Toffoli, bancada por um advogado poderoso de Brasília. Ministros do STF e STJ, e respectivas esposas, foram convidados e servidos com o exclusivo vinho italiano Brunello di Montalcino. Era no BalcoNY que Joaquim Barbosa batia ponto.

Falha na revista

A segurança presidencial e a PM de Brasília levaram uma bronca do presidente Michel Temer na festa da Independência na Esplanada. Um homem com arco e flecha, do outro lado do palanque, se mostrava risonho e mirava o chefe da nação.

Mais indireta

O PSDB não vai esquecer tão cedo a manobra do PMDB com PT no Senado para livrar Dilma da inelegibilidade. “Não se faz política com bolas nas costas”, disse o líder do PSDB, Cássio Cunha Lima (PB).

É a campanha

Cássio Cunha tirou licença de três meses, por baixo, para cuidar de assuntos pessoais. Há quem diga que é para ajudar seu candidato em Campina Grande (PB), sua terra natal

Com megafone

Com camisa que estampava a foto de Lula da Silva e dizendo-se “apartidário”, o advogado Rodrigo Oliveira repetia trechos do discurso de despedida de Dilma Rousseff na Esplanada: “Condenaram uma inocente e consumaram um golpe”

Calma, gente

Na recente manifestação enviada à alta representante da União Europeia para Política Externa, Federica Mogherini, deputados da Esquerda Unitária e do Partido Verde da Euro-Câmara escreveram que o “Senado brasileiro está contaminado de corrupção”.

Recatada e do lar..

Duas empresas de decoração de alto padrão de Brasília foram sondadas por emissários da primeira-dama, Marcela Temer. A intenção dela é dar um “visual mais clean” e “recatado” ao Palácio da Alvorada – nova moradia da família a partir de hoje.

Drible eleitoral

O TSE e a Febraban investigam candidatos que têm usado “laranjas” para solicitar cartões de créditos a instituições financeiras e fazer doações de campanha. Os bancos também ampliaram o rigor na emissão de cartões para evitar que clientes sejam vítimas.

Novo Crediário

No desespero após a proibição de doações de campanhas por empresas, os partidos abriram o leque do crediário para tentar arrecadar recursos. O PMDB, partido do presidente Temer, parcela a colaboração dos doadores em até seis vezes.

Ponto Final

“Carecemos de legitimidade para resolver a crise, há um divórcio entre povo e sua representação política”

Do senador João Capiberibe (PSB-AP), defensor da realização de novas eleições após a cassação da amiga Dilma Rousseff.

Coluna de Leandro Mazzini

Últimas de Brasil