Coluna Esplanada: Banco alvo de CPI está na mira da Polícia Federal

As eventuais novas fases da operação podem cercar os padrinhos políticos dos gestores

Por O Dia

Brasília - Um banco mediano que já foi alvo da CPI dos Fundos de Pensão na Câmara dos Deputados virou um dos principais alvos da Polícia Federal na Operação Greenfield, que cercou suspeitos de fraudes e gestão temerária nos fundos de pensão estatais Petros Previ, Funcef e Postalis.

A instituição é focada em investimentos e seus diretores estão na mira dos investigadores. As eventuais novas fases da operação podem cercar os padrinhos políticos dos gestores. Enquanto a Lava Jato pegou em cheio o PT, a Greenfield revisita personagens petistas, mas entra certeira na cúpula do PMDB.

No povão

Foi Gilberto Carvalho o ex-ministro do PT que o alto escalão de Michel Temer viu de longe, na arquibancada em meio ao povo, na festa do 7 de setembro.

Até em Guarani

Começou na festa do 7 de Setembro. A indígena Flávia Arino tem circulado pela capital entoando por megafone o grito de “Fora Temer” na língua Guarani-kaiowá.

Serviço público

Muitos cidadãos não sabem, mas podem facilitar a vida do candidato e da Justiça. Quem doar dinheiro para campanhas pode avisar diretamente ao TSE, pelo site.

Fina no trato

A ministra Laurita Vaz, nova presidente do STJ, se livrou de encrenca ano passado, que poderia lhe comprometer. O padrinho de sua indicação para a corte, o ex-governador Iris Rezende (Goiás), tentou por telefone pedir atenção especial na avaliação de um habeas corpus pela soltura de Marcelo Odebrecht. Ela nem atendeu o telefone.

Bomba no porto

Uma bomba atômica pode estourar no contrato entre Odebrecht, BNDES e o governo de Cuba. Os processos de pagamentos e repasses à União pela obra no Porto de Mariel estão mais turvos que a cor das águas da Baía da Guanabara.

De paraquedas

Com uma carreira dedicada “ao lar”, a primeira-dama Marcela Temer busca se adaptar à nova função tendo como inspiração livros e textos da ex-ocupante do posto, Ruth Cardoso, saudosa ex-mulher de Fernando Henrique Cardoso.

Intensivão

A “musa do Planalto” passará por media training – principalmente de oratória – para a cerimônia de lançamento do programa social Criança Feliz, da qual será “embaixadora”.

Na geladeira

A presidente cassada Dilma Rousseff vai deixar “na geladeira” por alguns dias o convite do presidente do PT, Rui Falcão, para presidir a Fundação Perseu Abramo - ligada ao partido e com sede em São Paulo.

Abandonada

A reação – em tom de descaso – se deve ao fato de que Dilma ainda não digeriu a posição contrária do partido à realização de novas eleições em meio à votação do impeachment que a destituiu da Presidência.

Tem quórum

Para o desespero do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), já é consenso que mais de 400 deputados estarão na Câmara hoje para votar no processo de cassação do peemedebista. Aliados de Cunha investiam para esvaziar o plenário.

Incendiário

“A Câmara precisa mostrar que está comprometida com o povo brasileiro”, diz o deputado Júlio Delgado (PSB-MG), que comanda campanha virtual pelo quórum.

Paz na Colômbia

Dia 26 de setembro o Governo da Colômbia e as Farc firmam o que espera ser a paz definitiva entre o País e os paramilitares.

Ponto Final

“Temer e Cunha são irmãos siameses, que conspiraram contra a democracia brasileira e articularam o golpe”

É o que diz texto de convocação de movimentos sociais para o protesto hoje em Brasília, no mesmo horário da votação do pedido de cassação de Eduardo Cunha.

Últimas de Brasil