Por bianca.lobianco

São Paulo - O presidente da República, Michel Temer, para evitar o encontro com manifestantes, votou assim que sua sessão eleitoral iniciou as atividades neste domingo. Além dos manifestantes, Temer acabou driblando a imprensa e até mesmo seus assessores, que não souberam explicar a mudança de agenda do presidente, que estava previsto votar por volta das 11h.

Temer votou em Sâo Paulo logo depois das 8hAgência Brasil


Você pode gostar