Novo ministro do Turismo, Marx Beltrão quer ajudar a a impulsionar a economia

'Turismo será responsável por grande salto na economia, esse é meu dever', afirmou em discurso

Por O Dia

Brasília - O novo ministro do Turismo, Marx Beltrão, assumiu a pasta nesta quarta-feira, com o discurso de que o avanço do setor ajudará a impulsionar a economia do País. Ele afirmou que uma das medidas para isso será manter e ampliar a isenção de vistos para determinados países, como Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália.

A prática foi adotada durante a Olimpíada deste ano, no Rio, e, segundo o ministro, deve ser intensificada a partir de agora. Essa, no entanto, é uma medida que não depende exclusivamente do Ministério, mas também de decisões do Itamaraty.

Marx Beltrão, novo ministro do Turismo, quer melhorar o setor para ajudar na economia do paísBeto Barata/PR

Segundo Beltrão, o governo precisa aproveitar o sucesso da exposição do Brasil com a Olimpíada e divulgar mais as atrações nacionais lá fora. Ele afirmou que vizinhos chegam a destinar 27% mais recursos do que o País para atrair turistas de outros países. "Turismo será responsável por grande salto na economia, esse é meu dever", disse.

O ministro também ressaltou que hoje o setor emprega 3,2 milhões de pessoas e esse número pode aumentar se houver parcerias entre o setor público e privado. "Do ponto de vista do orçamento, precisamos repensar investimentos e capilaridade", disse Beltrão, afirmando que os recursos hoje destinados à pasta representam apenas 10% do que foi alocado em 2009.

O novo ministro também afirmou que o fortalecimento do turismo doméstico é um caminho que precisa ser explorado. "Em pareceria com o setor vamos encontrar caminhos para que brasileiros possam viajar mais", completou.

Últimas de Brasil