Por thiago.antunes

Rio - Os governos do Brasil, da Venezuela e a ONU fecham os olhos para uma crise humanitária no Norte do País. Mais de 3 mil venezuelanos famintos atravessaram a pé a fronteira com o Brasil e entraram em Roraima, na região de Pacaraima – onde já existe uma pequena favela.

Os que não ficam na cidade, descem em direção à capital Boa Vista. Fogem de uma Venezuela em crise econômica, atrás de comida e trabalho. São jovens, adultos e até famílias com crianças, cenas que lembram os refugiados sírios.

A rota

Os grupos chegam em número maior a cada dia e utilizam a BR-174, que corta o Estado até o Norte, na fronteira. Eles usam a cidade venezuelana Santa Helena de base.

A herança

Algumas pessoas chegam a caminhar 50 quilômetros por dia, com a trouxa nas costas ou empurrando malas – tudo o que sobrou do lar abandonado na Venezuela.

Esquecida

O Palácio do Planalto ainda não instalou a foto oficial de Dilma Rousseff na galeria de ex-presidentes, no saguão do térreo. Mostra o clima azedo de como o País rachou.

Racha na PF

Há um discreto racha na Polícia Federal. Enquanto a ADPF, a associação dos delegados, promovia na quarta-feira em Salvador um simpósio de combate à corrupção (com a presença de parte do comando da Lava Jato), no mesmo dia o diretor-geral Leandro Daiello foi ao Congresso para falar do mesmo tema.

Do gabinete

Há informes, não confirmados, de que o comando da PF proibiu os delegados superintendentes nos Estados de comparecerem no evento em Salvador – ficou nítido o número bem menor deles.

Porta-voz

O deputado Carlos Marun (PMDB-MS), defensor do cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), manda um recado a setores do partido que articulam a expulsão do ex-presidente da Câmara da legenda. “Quem tem telhado de vidro não tem moral para isso”, aponta.

Carona desastrosa

Não foi só o PT o grande perdedor desta eleição. Na carona, o aliado ideológico PCdoB se afundou, em especial na capital paulista, onde não elegeu um vereador sequer.

300 de Temer

Em alusão ao filme “300 – A Ascensão do Império” , deputados aliados de Michel Temer já apelidaram a base na Câmara de “300 de Temer”.

Bonde das aposentadorias

Não foi só a ex-presidente cassada Dilma Rousseff que furou a fila da aposentadoria. O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, Alberto Beltrame, determinou à presidência do INSS que conclua, “o mais breve possível”, minucioso levantamento de concessões de “aposentadorias-relâmpago” a servidores.

Lupa palaciana

O presidente Michel Temer monitora com lupa o movimento da base em torno da votação da PEC do teto de gastos. Abriu amplo sorriso ao ser informado por um assessor que o “PSD vai votar fechado (todos os deputados)” com o governo.

Previdência..

Em minoria no Senado, a oposição já traça estratégias e vai investir em campanhas em redes sociais para tentar barrar a proposta de Reforma da Previdência ainda sem data de envio pelo Planalto.

..da discórdia

“Vai tirar a aposentadoria especial de mulheres e professores. É uma mudança que não leva em consideração a realidade do brasileiro. Ou seja, vai fazer uma economia burra”, afirma a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

Ponto Final

“Cabe advertir: a cidadania começa com o alfabeto”

Do ex-deputado Ulysses Guimarães, que presidiu a Assembleia Constituinte.

Você pode gostar