Suspeito de terrorismo é detido após esfaquear o vizinho

Daniel Freitas Baltazar foi alvo da operação Hashtag e ficou preso por mais de um mês. Ele estava em liberdade condicional

Por O Dia

Ceará - O cearense Daniel Freitas Baltazar, de 20 anos, um dos presos pela Polícia Federal durante a Operação Hashtag, em julho deste ano, por suspeita de envolvimento com terrorismo, foi novamente detido. Desta vez, porém, por tentativa de homicídio.

O jovem é suspeito de ter esfaqueado um vizinho, no bairro Araturi, em Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza. O fato aconteceu no fim de semana.

Nesta segunda-feira, a Polícia Federal pediu a prisão preventiva dele. A Justiça Federal atendeu, e Daniel deverá ser transferido, nesta terça-feira, 11, para o Presídio Federal de Segurança Máxima de Mato Grosso do Sul, onde vai cumprir Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

Daniel Freitas Baltazar, em junho, quando foi preso por suspeito de terrorismo na Operação Hashtag%2C antes da OlimpiadaAgência Brasil/Walter Campanato

Apontado como suspeito de planejar atentado terrorista na Olimpíada Rio-2016, Daniel ficou preso por mais de um mês. Foi solto e estava em liberdade condicional, usando tornozeleira eletrônica. Para a PF, o homem descumpriu os termos impostos para que ele pudesse responder às acusações em liberdade.

Últimas de Brasil